Arquitetura do App-V

O App-V trabalha com 3 modelos de arquitetura diferentes, cada modelo existe uma forma de publicação e distribuição dos aplicativos. Depende da necessidade do negocio podemos fazer combinação de modelos.

Os 3 modelos são:

 

·         Standalone Model.  O Standalone Model utiliza o App-V de modo autônomo, sem utilizar uma distribuição de aplicativos virtualizados via Streaming ou servidores. Um dos modos de distribuição é via MSI. 

 

·         Streaming Model.  O Streaming Model utiliza streaming para distribuição dos aplicativos virtualizados sem a necessidade do Active Directory ou banco de dados. Nesse modelo pode ser utilizado o System Center Configuration Manager SP1 R2 ou um servidor Web.

 

·         Full Infrastructure Model. O Full Infrastructure Model utiliza streaming como distribuição dos aplicativos virtualizados. Além da distribuição, esse modelo consegue gerenciar os aplicativos virtualizados e disponibiliza relatórios de utilização. Nesse modelo é necessário Active Directory, SQL Server e a arquitetura do App-V.

 

Todos os modelos utilizam o Microsoft Application Virtualization Client instalados na estação ou no Terminal Server. 

 

Standalone Model

No Standalone Model é utilizado somente o App-V Client e o Microsoft Application Virtualization Sequencer, sem a infraestrutura do App-V. Os aplicativos são virtualizados em processo chamado sequencenciamento utilizando a ferramenta App-V Sequencer e disponibilizados em arquivos MSI.  A distribuição pode ser feita das seguintes formas:

·         Active Directory  – GPO

·         Flash driver, DVD ou CD.

·         A partir de file Server ou Web Server.

·         Utilizando ferramentas de distribuição como System Center Configuration Manager 2007 ou Microsoft Systems Management Server (SMS) 2003.

 

 

Exemplo de App-V Standalone Model

Quando usar o Standalone Model

Esse modelo é utilizado quando não existem servidores disponíveis. Podemos utilizar também das seguintes formas:

·         Com usuários remotos que não podem se conectar na infraestrura do App-V

·         Quando o SCCM ou o SMS já estão instalados no ambiente.

·         Quando não é possível fazer a distribuição pela rede, utilizando CD, DVD ou Flush driver.

 

Streaming Model

O Streaming Model consiste em 1 ou mais streaming servers, App-V Sequencer, App-V Cliente e outra ferramenta de distribuição de softwares ou politica de segurança para publicar os ícones para o cliente App-V. Como na opção Standalone Model, os aplicativos são sequenciados porem não são disponibilizados como MSI. Os aplicativos são colocados em um servidor streaming que transmite os aplicativos para o computador cliente. O Streaming é um termo usado para descrever o processo de obtenção de um pacote sequenciado, começando com uma “parte” do aplicativo, em seguida a obtenção do resto. Dessa forma permite que o aplicativo seja rapidamente disponível para o usuário.

O conteúdo do aplicativo sequenciado é colocado no Microsoft System Center Application Virtualization Streaming Server e é transmitido para o cliente sob demanda. O Cliente armazena o pacote localmente em cache. Podem ser utilizados além do App-V Streaming Server os servidores web ou no SCCM 2007 SP1 com o Distribution Point atualizado com R2. O Servidor de streaming e o cliente devem estar em uma mesma rede de alta velocidade.

 

  

Exemplo do App-V Streaming Model

Quando usar o Streaming Model

Esse modelo é utilizando em empresas que querem utilizar o streaming mais não podem ter a infraestrutura de gerenciamento do App-V que necessita de um servidor SQL Server. Também pode ser utilizado das seguintes formas:

·         Quando o SCCM 2007 SP com R2 já esta implementado e quer usa-lo para gerenciar a distribuição e publicação de aplicativos

·         Quando o Active Directory ou SQL Server não estão disponíveis para utilização.

Full Infrastructure Model

O App-V Full Infrastructure Model consiste em 1 ou mais servidores Microsoft System Center Application Virtualization Management Servers como a principal ferramenta da arquitetura do App-V. O App-V Management servers é utilizado para publicar os aplicativos sequenciados para o todos os clientes. Essa publicação é feita disponibilizando o atalho do aplicativo virtualizado para o usuário na área de trabalho, menu iniciar ou barra de tarefas. Além do App-V management Server é utilizado o App-V Streaming Server, App-V sequencer e o App-V Cliente.

Esse modelo é recomendo se quaisquer umas das seguintes características são necessárias durante o planejamento de uma instalação do App-V:

 

• Publicação de aplicativos baseado em grupo.

            Os atalhos e associações de tipo de arquivo será publicado para os clientes do servidor de gerenciamento. As publicações podem ser associadas aos grupos de segurança no Active Directory. Os usuários só receberão os pedidos, se eles são membros dos grupos associados.

• A aplicação da licença:

• Named license

            Um pacote de software pode ser associado a um nome de usuário específico. Apenas o usuário que está nomeado na política será capaz de iniciar a aplicação.

• Concurrent license restrictions.

            O software que está licenciado para o uso simultâneo pode ser medido com base em número de usuários atualmente usando um aplicativo. Se mais do que o número definido de usuários tentarem iniciar o aplicativo será negado o acesso.

• Reporting.

            App-V fornece um console que possibilita gerar relatórios sobre a utilização do sistema, o uso de software, utilização de aplicativos e erros do sistema. Os dados podem ser extraídos para criar relatórios personalizados.

 

 

Exemplo de uma App-V Full Infrastructure Model

Quando usar o Full Infrastructure Model

Esse modelo é utilizado quando a empresa tem necessidades de gerir e transmitir os aplicativos virtuais para os clientes.

Também pode ser utilizado das seguintes formas:

• Sempre que a entidade pretende utilizar o Management Server para publicar os atalhos de aplicações para os clientes.

• Sempre que a informação adicional ou recursos de licenciamento são desejados.

• Para o provisionamento rápido de aplicações para clientes.

 

Até a próxima,

[]’s

Aurélio Alves

Sobre Aurelio Alves

Certificado Microsoft em Windows Vista, Windows 7, BDD, MDOP, SCCM, SCVMM, Windows Server 2003, Windows Server 2008. MCP, MCSA,MCITP e MCTS. Com 6 anos de experiência na área de Tecnologia da Informação trabalho como consultor especialista em tecnologias Microsoft focado em gerenciamento e virtualização, atuando diretamente com a família System Center, MDOP e Hyper-V.
Esse post foi publicado em Application Virtualization e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s